A hipnoterapia no tratamento de ataques de pânico

O relato de pessoas que já tiveram, ou que conhecem pessoas com síndrome do pânico, é cada vez mais frequente, e por isso os profissionais devem estar sempre atentos a sintomas, sinais, e tratamentos. Como sabemos, a síndrome do pânico traz inúmeros prejuízos para o paciente com o problema, e também para todas as pessoas a sua volta (por isso, sessões de orientação aos familiares são válidas nesse caso).

É uma doença que precisa de tratamento psicológico, senão dificilmente a pessoa vai estar curada. Entre tantas técnicas existentes hoje nas mais variadas teorias, não podemos deixar de destacar a hipnose. Em nosso artigo de hoje você vai entender como a hipnoterapia pode auxiliar no tratamento da síndrome do pânico confira.

Hipnoterapia x síndrome do pânico

Para os profissionais que ainda não conhecem essa prática mais a fundo vamos começar a introduzir. A hipnose clínica é uma terapia que utiliza técnicas no qual o profissional procura adicionar e depois dissociar questões consideradas profundas em nossa mente!

Essas questões vão ser gatilhos para a vivencia de diversos sentimentos, e também de comportamentos que podem atrapalhar a vida do paciente fisicamente e psicologicamente falando.

A grande vantagem de aplicar a hipnose para questões como a síndrome do pânico é que o método é progressivo, e não há associação de nenhum tipo de medicamento. Dessa forma, não havendo efeitos colaterais, além de ser um procedimento pouco invasivo, e sem contraindicações. A partir do método, o terapeuta vai ter acesso ao subconsciente do paciente, através do chamado ‘’transe’’. Com isso, será possível ter acesso ao trauma, ou seja, ir direto na raiz do problema (o que não acontece com diversos tratamentos que focam na remissão dos sintomas).

No método o profissional pode descobrir uma experiência traumática na infância ou mesmo em situações mais recentes! E dessa forma, vai ficar muito mais fácil para o paciente lidar com o medo excessivo, afinal, ele vai trazer tudo para o consciente. O tempo do tratamento também é outro benefício, já que em poucas sessões os resultados podem ser satisfatórios, e o paciente pode voltar a vida normal na qual estava privado.

Porém, é importante ressaltarmos que qualquer pessoa pode sim se submeter a técnica, mas nem sempre ela funciona da mesma maneira para todos. Algumas pessoas são mais suscetíveis do que outras, e por isso os resultados podem ser diferentes. É preciso fazer uma consulta inicial para conhecer mais o paciente e também como funciona o seu ataque de pânico, bem como toda sua história como um todo. Não é recomendado fazer a técnica logo na primeira sessão de tratamento.

Além disso, o profissional que se interessar em realizar a técnica precisa se especializar. Atualmente a hipnose é reconhecida por diversos conselhos, inclusive o de psicologia! Por isso, procure cursos e profissionais de referência para oferecer ao seu público um trabalho ético e sério. Um profissional ruim pode ter influencia direta com os resultados ineficazes da hipnose.

Quer se tornar um hipnoterapeuta?

Veja nossos cursos online e ajude muitas pessoas. Clique aqui.

Published in Sem categoria

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *